A MAIOR ASSOCIAÇÃO POLICIAL DE SÃO PAULO É PROCESSADA POR POLICIAL QUE UTILIZOU SEUS SERVIÇOS JURÍDICOS, GANHOU MAS NÃO LEVOU!

03/07/2013 13:19


O Policial Militar Wagner José Borges, associado a mais de 18 anos, foi prejudicado por um banco privado e buscou seus direitos junto à Associação de Cabos e Soldados da PMESP, da qual era filiado com intuito de Assistência Jurídica oferecida pela entidade. Mas vejam só a surpresa do policial ao descobrir que ganhou a  ação mas nunca levou o dinheiro!

O Policial MIlitar, cobrou por 3 anos o andamento do processo sobre o referido banco e a resposta era inócua e após diversas solicitações, o policial percebeu que havia algum coisa de errado, acessou o site do tribunal da justiça, verificou que não encontrava-se disponível, em contato com funcionários do Fórum os mesmos desarquivaram o processo e verificaram que o advogado já havia retirado o dinheiro. 

O advogado da tal associação ganhou a ação e se esqueceu da regra básica: IMEDIATAMENTE REPASSAR AO CLIENTE/ASSOCIADO O QUE É SEU POR DIREITO.

Diante dessa conduta, o policial foi obrigado a entrar na justiça para receber o que já era seu por direito, através de outra ação judicial.

NÃO É DE HOJE QUE VEMOS DIVERSAS PESSOAS RECLAMAREM DE DIREITOS USURPADOS POR ESSAS ASSOCIAÇÕES, QUE DEIXAM SEUS ASSOCIADOS ABANDONADOS À PRÓPRIA SORTE

 

 

Clique e acesse o link onde verá o processo contra a associação


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!