A polícia que morre e a polícia que mata

12/09/2015 16:24

E A POPULAÇÃO? DE QUE LADO ESTÁ?

QUAL A POLÍCIA IDEAL? COMO SABERMOS QUE TIPO DE GUARDIÕES QUEREMOS PARA NOSSAS FAMÍLIAS?
Temos visto constantemente, uma série de tragédias envolvendo policiais militares.
Só este ano, em apenas oito meses, foram mortos mais de cem policiais no estado de São Paulo, unicamente por serem policiais. 
Como isso não chocou a opinião pública? Como essas mortes podem ser indiferentes ao cidadão comum? O que faz com que a população seja alheia ao sofrimento policial?
POR QUE MOTIVO A POPULAÇÃO NÃO CHORA A MORTE DE POLICIAIS MILITARES?

Em contrapartida, temos visto nos noticiários, ações individuais atribuídas à polícia militar, inclusive pelo secretário de Segurança pública, chefe supremo da PM no estado. Mortes de suspeitos, mortes de indigentes e drogados, morte de bandidos em ocorrências...
Neste último 7 de setembro, um caso para calar as entidades de defesa dos policiais. Um assassinato estúpido de um bandido, filmado por câmeras de segurança de um condomínio.
Vários policiais envolvidos. Várias viaturas. Todos serão presos e condenados. Perderão seus empregos, sua dignidade, sua liberdade. Submeterão seus familiares a humilhações, gastarão uma fortuna que não possuem com advogados, passarão de PALADINOS DA JUSTIÇA a BANDIDOS.

Em nome de quê?
O que esperavam com esse comportamento?
Diminuir a criminalidade? Uma limpeza étnica? Medalhas? Reconhecimento? Cumprir a lei?

Diferente do que afirmou o promotor de justiça que pediu a prisão dos policiais militares, Dr. ROGÉRIO LEÃO ZAGALLO, não são bandidos travestidos de policiais. São sim, policiais militares exemplos de comportamento, aclamados dentro dos quartéis e nas redes sociais por suas condutas. "Heróis"???


MAS, ONDE APRENDEM A SER ASSIM? ONDE APRENDEM QUE PARA SEREM BONS POLICIAIS PRECISAM ASSASSINAR OS BANDIDOS, AO ARREPIO DA LEI, COMO SE CANGACEIROS FOSSEM? 
Não é uma cultura individual, mas sim uma cultura institucional.

“BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO”. Quem nunca ouviu essa frase, saída da boca dos CORONÉIS POLÍTICOS DA PM PAULISTA?

Não é uma matéria de cartilha, mas sim de “aula vaga”. Aquele momento de descontração entre uma aula e outra, na academia em que entra um graduado ou oficial, com sua farda até pesada pelas medalhas que ostenta, um cara “couro branco”, imagem de respeito dentro da “firma”, que dá os “macetes” pra efetuar a limpeza étnica de quem agride a sociedade.

A instituição nega, mas todos sabemos que estes “monstros” são criados no âmbito interno, e pelo código de ética interno, são “GUERREIROS ABNEGADOS QUE DÃO A VIDA PELA JUSTIÇA”, numa visão torpe e poluída do conceito de justiça.

O JUSTIÇAMENTO SUMÁRIO é reservado aos “MELHORES”, ou seja, se um policial militar não está preparado pra agir com extremidade, não pode ser considerado um “guerreiro” e é chamado pejorativamente como “fura bumbo”.

ESSES POLICIAIS ESCOLHERAM ABRIR MÃO DE SUAS FAMÍLIAS, DE SUA LIBERDADE, DE VEREM SEUS FILHOS CRESCEREM, PARA DEFENDEREM UM IDEAL SECRETO DA EMPRESA, QUE FOI A PRIMEIRA A ABANDONÁ-LOS.

SE SACRIFICARAM POR NADA.

Não enfeitarão as galerias de heróis, mas sim serão banidos com desonra, e doravante, conhecidos como BANDIDOS.

Nada do que fizeram antes, seus relevantes serviços prestados, suas medalhas, nada disso será levado em consideração. Já são considerados bandidos. Já estão presos. Já não fazem parte do grupo. 

A PUNIÇÃO É IMEDIATA E CONTUNDENTE. NÃO HÁ UMA PREPARAÇÃO E NEM HÁ VOLTA.

Vemos nas redes sociais, centenas de pessoas que defendem essa postura e até agridem pessoas contrárias à ação que levou à morte do ladrão no vídeo. Essas pessoas é que, direta ou indiretamente, financiam essa derrocada do bom policial, que acreditava estar fazendo um bem à sociedade, e que agora é também um bandido, como o que morreu. 

Esses “assassinos de sofá”, no conforto de seu lar, destilando o seu ódio e o seu veneno, incentivam pais de família pacatos a se transformarem em assassinos, mas para eles é muito fácil, pois não serão atingidos pelas consequências dessas ações. “Que morra o bandido e seja preso o policial. Nada disso me importa”. Pensam.

O QUE ESSES POLICIAIS GANHARAM COM ISSO? E SUAS FAMÍLIAS? VALEU A PENA?


A sociedade não quer esse tipo de herói. A família não precisa desse tipo de vingador. Nossos filhos não precisam ter os pais na cadeia pela maior parte de suas vidas.

É um momento de reflexão profunda.

Não perca sua vida por causa de quem não vale a pena. Não somos carrascos. Somos a lei.


Marco Ferreira - APPMARESP

 

 

A POLÍCIA QUE MORRE E A POLÍCIA QUE MATA.E A POPULAÇÃO? DE QUE LADO ESTÁ?QUAL A POLÍCIA IDEAL? COMO SABERMOS QUE TIPO DE GUARDIÕES QUEREMOS PARA NOSSAS FAMÍLIAS?Temos visto constantemente, uma série de tragédias envolvendo policiais militares.Só este ano, em apenas oito meses, foram mortos mais de cem policiais no estado de São Paulo, unicamente por serem policiais. Como isso não chocou a opinião pública? Como essas mortes podem ser indiferentes ao cidadão comum? O que faz com que a população seja alheia ao sofrimento policial?POR QUE MOTIVO A POPULAÇÃO NÃO CHORA A MORTE DE POLICIAIS MILITARES?Em contrapartida, temos visto nos noticiários, ações individuais atribuídas à polícia militar, inclusive pelo secretário de Segurança pública, chefe supremo da PM no estado. Mortes de suspeitos, mortes de indigentes e drogados, morte de bandidos em ocorrências...Neste último 7 de setembro, um caso para calar as entidades de defesa dos policiais. Um assassinato estúpido de um bandido, filmado por câmeras de segurança de um condomínio.Vários policiais envolvidos. Várias viaturas. Todos serão presos e condenados. Perderão seus empregos, sua dignidade, sua liberdade. Submeterão seus familiares a humilhações, gastarão uma fortuna que não possuem com advogados, passarão de PALADINOS DA JUSTIÇA a BANDIDOS.Em nome de quê?O que esperavam com esse comportamento?Diminuir a criminalidade? Uma limpeza étnica? Medalhas? Reconhecimento? Cumprir a lei?Diferente do que afirmou o promotor de justiça que pediu a prisão dos policiais militares, Dr. ROGÉRIO LEÃO ZAGALLO, não são bandidos travestidos de policiais. São sim, policiais militares exemplos de comportamento, aclamados dentro dos quartéis e nas redes sociais por suas condutas. "Heróis"???MAS, ONDE APRENDEM A SER ASSIM? ONDE APRENDEM QUE PARA SEREM BONS POLICIAIS PRECISAM ASSASSINAR OS BANDIDOS, AO ARREPIO DA LEI, COMO SE CANGACEIROS FOSSEM? Não é uma cultura individual, mas sim uma cultura institucional.“BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO”. Quem nunca ouviu essa frase, saída da boca dos CORONÉIS POLÍTICOS DA PM PAULISTA?Não é uma matéria de cartilha, mas sim de “aula vaga”. Aquele momento de descontração entre uma aula e outra, na academia em que entra um graduado ou oficial, com sua farda até pesada pelas medalhas que ostenta, um cara “couro branco”, imagem de respeito dentro da “firma”, que dá os “macetes” pra efetuar a limpeza étnica de quem agride a sociedade.A instituição nega, mas todos sabemos que estes “monstros” são criados no âmbito interno, e pelo código de ética interno, são “GUERREIROS ABNEGADOS QUE DÃO A VIDA PELA JUSTIÇA”, numa visão torpe e poluída do conceito de justiça.O JUSTIÇAMENTO SUMÁRIO é reservado aos “MELHORES”, ou seja, se um policial militar não está preparado pra agir com extremidade, não pode ser considerado um “guerreiro” e é chamado pejorativamente como “fura bumbo”.ESSES POLICIAIS ESCOLHERAM ABRIR MÃO DE SUAS FAMÍLIAS, DE SUA LIBERDADE, DE VEREM SEUS FILHOS CRESCEREM, PARA DEFENDEREM UM IDEAL SECRETO DA EMPRESA, QUE FOI A PRIMEIRA A ABANDONÁ-LOS.SE SACRIFICARAM POR NADA.Não enfeitarão as galerias de heróis, mas sim serão banidos com desonra, e doravante, conhecidos como BANDIDOS.Nada do que fizeram antes, seus relevantes serviços prestados, suas medalhas, nada disso será levado em consideração. Já são considerados bandidos. Já estão presos. Já não fazem parte do grupo. A PUNIÇÃO É IMEDIATA E CONTUNDENTE. NÃO HÁ UMA PREPARAÇÃO E NEM HÁ VOLTA.Vemos nas redes sociais, centenas de pessoas que defendem essa postura e até agridem pessoas contrárias à ação que levou à morte do ladrão no vídeo. Essas pessoas é que, direta ou indiretamente, financiam essa derrocada do bom policial, que acreditava estar fazendo um bem à sociedade, e que agora é também um bandido, como o que morreu. Esses “assassinos de sofá”, no conforto de seu lar, destilando o seu ódio e o seu veneno, incentivam pais de família pacatos a se transformarem em assassinos, mas para eles é muito fácil, pois não serão atingidos pelas consequências dessas ações. “Que morra o bandido e seja preso o policial. Nada disso me importa”. Pensam.O QUE ESSES POLICIAIS GANHARAM COM ISSO? E SUAS FAMÍLIAS? VALEU A PENA?A sociedade não quer esse tipo de herói. A família não precisa desse tipo de vingador. Nossos filhos não precisam ter os pais na cadeia pela maior parte de suas vidas.É um momento de reflexão profunda.Não perca sua vida por causa de quem não vale a pena. Não somos carrascos. Somos a lei.Marco Ferreira - APPMARESPwww.appmaresp.com

Posted by APPMARESP on Sábado, 12 de setembro de 2015

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!