AUDIÊNCIA PÚBLICA DA PM TEM MAIS REPÓRTERES DO QUE CIDADÃOS NA PLATÉIA.

28/10/2014 18:23

O comando da PM na cidade de Piracicaba não entende a ausência seguida de platéia em suas audiências públicas.
A APPMARESP vai fazer a gentileza de explicar ao coronel o por quê dessa ausência.
No final da década de 90, tivemos em Piracicaba um comandante, coronel Brizola, que criou várias bases comunitárias, vários métodos de policiamento, ronda rural, ronda bancária entre outros.
Esse coronel era ligado à comunidade, participava de eventos, cumprimentava as pessoas na rua, ia nas reuniões de Conseg e nas bases comunitárias.
Continuando o trabalho desse coronel, tivemos a Capitã Dulcinéia, que trabalhou o policiamento repressivo, implementou a Força Tática e ações de gerenciamento de crises.
A polícia não tinha recursos mas utilizava o pouco que tinha em favor da comunidade. Vez por outra, se via um dos comandantes caminhando na Rua do Porto, ou comendo um pastel na Feira da Paulista. Isso é interação com a sociedade.
Hoje temos comandantes de gabinete, desconhecidos da população, preocupados com facebook...
Não temos políticas de inter-relacionamento com a comunidade.
Todas as bases comunitárias foram sucateadas, fechadas ou inutilizadas. Dinheiro do povo jogado fora.
Não existe mais ronda comercial, ronda bancária e até o pessoal da DEJEM (DIÁRIA ESPECIAL POR JORNADA EXTRAORDINÁRIA DE TRABALHO POLICIAL MILITAR), que era pra ser utilizado no policiamento comunitário, vem sendo utilizado em eventos pago
s, como é o caso dos jogos de futebol no campo do XV.

Vou lhe explicar, coronel: isso se chama gerenciamento.
A APPMARESP continua recebendo solicitações e reclamações da comunidade. Se o senhor quiser, podemos repassá-las ao senhor, pra ajudar sua estatística.

Uma polícia que não se relaciona com a comunidade no dia a dia, não pode querer que ela lhe atenda num único evento, pra aparecer bem para a imprensa.

Continuamos de portas abertas para lhes dizer o que a sociedade espera da PM. Quem sabe assim, os senhores comecem a trabalhar preventivamente e parem de fechar a porta depois da casa roubada?

Parem de vigiar a APPMARESP e comecem a vigiar o ladrão. Direcionem seus esforços na direção certa, senão os índices criminais vão continuar subindo.
POLICIAMENTO COMUNITÁRIO - É A SOLUÇÃO...


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!