Capitão que ordenou abordagem a negros e pardos é afastado pela PM

05/04/2013 10:42

 

 

Ubiratan de Carvalho Góes Beneducci comandava companhia de Campinas.
Segundo a Polícia Militar, ele realizará funções administrativas.
O capitão da Polícia Militar que assinou uma ordem de serviço para abordagem focada em "indivíduos da cor parda e negra" foi afastado das ruas em Campinas (SP). Ubiratan de Carvalho Góes Beneducci comandava a 2ª Companhia da PM na cidade e, na época da mensagem, em janeiro deste ano, a corporação classificou o episódio como "deslize de comunicação".
Segundo o setor de Comunicação da Polícia Militar, o afastamento ocorreu esta semana, mas não tem relação com a ordem de serviço. A informação da PM é que trata-se de uma "movimentação administrativa habitual" e que Beneducci realizará funções administrativas. O tenente André Pereira assumiu o comando da 2ª Companhia do 8º Batalhão de Campinas.
Em nota, a PM informou que o caso da ordem de serviço encontra em análise pela Corregedoria da Polícia Militar.
'Indivíduos de cor parda e negra'
A ordem de Beneducci pedia a intensificação do policiamento em ruas próximas ao Colégio Liceu aos sábados das 11h às 14h, no bairro Taquaral,  "focando em abordagens a transeuntes e em veículos em atitude suspeita, especialmente indivíduos de cor parda e negra com idade aparentemente de 18 a 25 anos".
Após o episódio, o setor de comunicação da PM justificou que as características citadas na ordem do comando foram baseadas em uma carta enviada por moradores da região, que descreviam um grupo que praticava roubos a residências naquelas imediações.
Do G1 Campinas e Região

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!