CRUZ AZUL X APAS - COMO FICA O NOSSO DINHEIRO?

27/07/2013 20:22

Prezado Policial Militar, dependente ou pensionista do APAS -Piracicaba.
Sugiro que aproveitem o período pré-eleitoral no APAS e peçam, por escrito aos senhores diretores, que expliquem como vai ficar a situação referente ao repasse da Cruz Azul (CBPM) .
Ocorre que esse repasse era feito sistematicamente por associado. Cerca de R$ 78,00 por policial ou pensionista. No entanto, por desconhecer esse repasse, muitos associados se desligaram judicialmente do CBPM deixando assim de pagar o desconto aproximado de R$ 50,00 em folha de pagamento e imaginar que esse dinheiro não estava sendo utilizado. Isso gerou um déficit na Cruz Azul que demorou muito a perceber isso e agora está chamando as APAS de todo o estado pra “conversa”...
Precisamos definir com clareza alguns pontos obscuros dessa “conversa”:
- A Cruz Azul vai descontar das APAS os valores atrasados de quem se desligou?
- Se isso acontecer, as APAS vão repassar esse custo aos associados?
- Esse valor repassado era revertido ao associado? Sob que forma, visto que numa consulta aos planos de saúde de Piracicaba, feita pela APPMARESP, constatou que o valor do convênio particular é praticamente equivalente ao valor cobrado do associado do APAS?
- A partir de agora, como é que a APAS vai selecionar o associado? Qual será a separação?
- Quem se desligou da CBPM vai pagar quanto?
- Quem se mantém na CBPM vai pagar quanto?
- Quem se manteve na CBPM vai pagar a conta também?
Vejam que as dúvidas são muitas e que as APAS da região já estão repassando esses valores aos seus associados, que variam e este mês chegaram aos R$ 82,00.
Dia 04 de Outubro haverá eleição no APAS Piracicaba. Tanto a chapa que está na diretoria quanto as que queiram entrar devem deixar bem claro e de preferência documentalmente, a forma que tratarão esse assunto.
Exijam uma postura agora, enquanto eles estão atrás do seu voto. Porque depois, vão ser quatro anos sem precisar dar satisfações a você e o valor do seu convênio pode até duplicar dependendo do acordo que a APAS fizer com a Cruz Azul.
É o seu dinheiro. É o meu dinheiro. Isso é motivo de preocupação.
Esclarecemos que a APPMARESP é uma pessoa jurídica de direito privado e as conseqüências dos nossos atos não se estendem aos nossos associados, que não respondem solidariamente quer civil ou penalmente, conforme determinados oficiais estão difundindo junto ao efetivo. Estamos à disposição para mediarmos um debate caso os Ilmos Srs. diretores da APAS desejarem levar a conhecimento público as respostas para os questionamentos acima.
Marco Antonio Rosa ferreira – Conselheiro Deliberativo APPMARESP.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!