NADA MUDOU? ENGANO... TUDO MUDOU.

24/03/2015 16:29

O Brasil viveu neste último final de semana, um episódio que vai marcar muito fundo a democracia no país.
Na sexta feira, milhares de pessoas foram às ruas, com brados de “FICA DILMA”, deixando evidenciado seu apoio ao atual governo federal.
Há quem diga que a maior parte das pessoas que ali estavam, não sabiam sequer o porquê de estarem compondo a massa, mas, de uma forma ou de outra, demonstraram que as centrais sindicais e os movimentos sociais apoiam o governo. São seus ferrenhos defensores.
Hoje, domingo, foram às ruas o outro lado da moeda. Pessoas que se sentem enganadas ou insatisfeitas com a administração federal. Foram milhões de pessoas a protestarem por diversos motivos, entre eles a saída da presidente, o fim da corrupção nos poderes constituídos, o controle estatal da inflação, a moralidade no poder público entre outras.
Não vou polemizar quem está certo, quem está errado, se é golpe, se é conveniência do momento...
O fato é que, inquestionavelmente, a democracia vem se fortalecendo no país.
O Brasil é uma das mais jovens democracias do mundo, tendo seu início efetivo em 1984, com o advento das eleições diretas, enterrando de vez os governos militares que perduravam desde o “golpe” de 1964, culminando nas restrições tão famosas que nos trouxe o “Ato Institucional nº 5 (AI-5/1969), que caçava direitos políticos dos cidadãos, submetendo a sociedade ao controle governamental.
O que vimos, foi uma sociedade pacífica e ordeira, indo às ruas e reclamando seu livre direito de manifestar o pensamento, garantido pela constituição Federal de 1988, tão vilipendiada atualmente. Não houve tumultos. Não houve vandalismo, e isso sim, tira o sono de qualquer corrupto no governo.
Devemos destacar o profissionalismo da Polícia Militar, braço armado do Estado para reprimir o povo, que desta vez, deu um exemplo de civilidade e patriotismo, digno de elogios até por membros do Ministério Público e Imprensa, esta última, a contragosto. “A policia realizou uma abordagem amena, sem uso de violência e a população foi quem a chamou. Nem de algemas fizeram uso. Parabéns para a Policia Militar do Estado de São Paulo”. - Marco Antônio Ferreira Lima (Promotor de Justiça).
Qualquer governo que se preze, teme a reação do seu povo, e tenho certeza que as manifestações deste final de semana, serviram para fazer o governo repensar sua forma de tratar o povo. Uma reflexão amarga e de construção de pensamento, uma vez que o governo no Brasil depende do sufrágio popular e uma rejeição é tão amarga quanto um impeachment ou uma deposição. Saber que seu governo não vai se perpetuar é pior do que ser deposto, porque é como viver angustiado, sabendo o dia da sua morte.
O governo vai precisar se readaptar à realidade do país. Diminuir seus gastos, cortar despesas, reduzir ministérios, regalias, verbas de gabinete, vai precisar implantar algumas medidas imediatas de moralidade nos gastos públicos, vai precisar ouvir o trabalhador, ao invés de controlar os líderes sindicais.
Para quem pensa que nada mudou, tenho a feliz notícia de que as coisas começaram a mudar e estão caminhando na direção certa.
Um povo politizado coloca e retira um governo quando quer, sem precisar recorrer à violência, aos desmandos, ao terrorismo.
Esse movimento livre do povo em direção ao governo tirou o sono de muita gente que rouba aos pobres, aos ricos e aos milionários, mas usa os pobres como massa de manobra.
Essa politização da sociedade, vai empurrar o governo em direção à probidade administrativa, forçosamente.
Uma sociedade atuante é o pior pesadelo de um político corrupto. Chega de nos roubarem e rirem de nós.
Vamos pra rua, quantas vezes mais forem necessárias.
Marco Ferreira - Jornalista.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!