O POLICIAL MILITAR E O “FORA DILMA”

13/03/2016 17:00

COMO UM INDIVÍDUO QUE NÃO TEM CIDADANIA PROTESTA PELA CIDADANIA DE TERCEIROS E NEGA A SUA PRÓPRIA?

QUAL ERA A TEMÁTICA DOS PROTESTO DE HOJE ESPALHADOS PELO BRASIL?

 

Segundo a unanimidade dos entrevistados, era pelo resgate da honestidade e probidade da administração pública, contra a corrupção e impunidade dos governos.

Se, de fato, era essa a real intenção dos manifestantes, nada mais justo do que dizer que lutavam pela sua cidadania.

Mas, o que significa “CIDADANIA”?

  1. Cidadania: qualidade ou condição de cidadão.
  2.  jur condição de pessoa que, como membro de um Estado, se acha no gozo de direitos que lhe permitem participar da vida política.

Quais cidadãos brasileiros possuem cidadania?

Segundo a Constituição Federal, todos os brasileiros, e isso inclui os nascidos aqui e os naturalizados, dentre os quais até mesmo os bandidos.

 

Mas e o policial militar, possui cidadania?

Em razão de sua condição de militares, são subordinados aos regramentos da caserna e, por conseguinte, NÃO POSSUEM DIREITOS HUMANOS FUNDAMENTAIS, COMO POR EXEMPLO, A LIBERDADE DE EXPRESSÃO, A SINDICALIZAÇÃO, A GREVE E A LIVRE FILIAÇÃO PARTIDÁRIA.

Dentre os direitos negados aos policiais militares estão ainda o FGTS, HORAS EXTRAS, BANCO DE HORAS, VALE TRANSPORTE, VALE ALIMENTAÇÃO, ADICIONAL NOTURNO, ADICIONAL DE PERICULOSIDADE, LIMITAÇÃO HORÁRIA MENSAL DE TRABALHO, DEFENSORIA PÚBLICA PARA ASSUNTOS DE SERVIÇO, e mais uma série de direitos que até o pior dos bandidos possui, unicamente por ser “CIDADÃO BRASILEIRO”.

 

Por que então, esse indivíduo estava tão feliz por pedir cidadania, se ele próprio não a possui?

Por quê esse indivíduo foi às ruas pelo direito de terceiros e se recusa a ir às ruas pelo seu direito?

Medo de ficar preso?

Mas o Código penal Militar manda prender tanto pelo direito próprio quanto pelo direito de terceiros, ou seja, por criticar o governo de situação ou o governo de oposição, vejamos:

CPM, art. 166 -  Publicar o militar ou assemelhado, sem licença, ato ou documento oficial, ou criticar públicamente ato de seu superior ou assunto atinente à disciplina militar, ou a qualquer resolução do Govêrno:

Pena - detenção, de dois meses a um ano, se o fato não constitui crime mais grave.

 

Será que o fato de posicionar-se como figura de direita garante a impunidade do policial militar?

Uma das características do cidadão é a dignidade, sem a qual a cidadania não faz sentido. Sem dignidade não se conquista cidadania.

Não é uma questão de desejo de mudanças, mas sim de obedecer a quem os subjuga em detrimento de adversários políticos, posando para fotos e mostrando uma polícia amiga e parceira, satisfeita portanto, com o jugo sobre seus ombros.

Não querem ser empoderados. Querem apenas serem os escravos do lado vencedor.

Marco Ferreira – APPMARESP


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!