Onda de violência deixa um PM e seis pessoas mortas em SP

26/10/2012 10:24

MARTHA ALVES - DE SÃO PAULO

Um policial militar e ao menos outras seis pessoas foram mortas a tiros em nova onda de violência na capital e Grande São Paulo, entre o final da tarde de ontem (25) e a madrugada desta sexta-feira. Outras seis pessoas ficaram feridas, entre elas um PM. Nenhum suspeito pelos crimes foi preso.

Outra série de mortes foi registrada entre a noite de quarta-feira (24) e a madrugada de ontem (25) na capital e Grande São Paulo. Treze pessoas foram baleadas e oito delas morreram, entre elas um PM. Por volta das 20h30, um policial militar à paisana foi morto a tiros, na Vila Nova Curuçá, zona leste de São Paulo.

Segundo a polícia, o policial chegava em casa quando dois homens em uma moto dispararam vários tiros e fugiram sem levar nada. Ele foi levado ao Hospital Tide Setúbal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso foi registrado no 67º Distrito Policial, no Jardim Robru. O caso será investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

 

  Eduardo Anizelli/Folhapress  
Policial pericía moto de PM morto a tiros na Vila Nova Curuçá, zona leste de SP, na noite de quinta-feira (25)
Policial pericía moto de PM morto a tiros na Vila Nova Curuçá, zona leste de SP, na noite de quinta-feira (25)

Na Grande São Paulo, quatro homens tentaram assassinar um policial militar na rua Oscarito, no Jardim Silvia Maria, em Mauá, por volta das 21h de ontem.

O PM chegava de carro, acompanhado do filho de seis anos, a casa de um outro militar quando os criminosos dispararam vários tiros. Ele revidou e os criminosos para fugir atiraram contra duas mulheres, que foram atingidas no abdômen. No tiroteio, o vidro do carro do policial foi atingido e os estilhaços atingiram seu filho.

As duas mulheres e o menino foram levados ao pronto-socorro do Hospital Nardini. O PM saiu ileso da troca de tiros. O caso foi registrado na delegacia central de Mauá.

Outro policial militar à paisana foi baleado ao tentar impedir um roubo a uma adega na rua Endres, na Vila das Bandeiras, em Guarulhos, por volta das 17h de ontem.

Criminosos invadiram a adega e anunciaram o roubo. O PM reagiu e foi baleado na cabeça pelos ladrões, que fugiram levando duas armas do militar. Ele foi levado ao Hospital Padre Bento e não corre risco de morte. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Guarulhos.

Em Santo André, criminosos atiraram contra um carro da polícia civil na avenida Santos Dumont, no bairro Casa Branca, por volta da 1h desta sexta-feira.

Segundo a PM, dois homens em uma moto se aproximaram do carro e dispararam dois tiros e fugiram. Os tiros acertaram apenas o vidro do carro. Nenhum policial ficou ferido.

CIVIS MORTOS

Três homens foram baleados quando comemoraram uma aniversário em frente a um bar na rua Jiparaná, na Parada XV de Novembro, zona leste de São Paulo, por volta das 22h de quinta-feira (25).

Dois foram levados a pronto-socorro Planalto, mas um não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a PM, uma terceira vítima foi baleada na mão, mas fugiu correndo do local.

O caso foi registrado no 63º Distrito Policial, na Vila Jacuí.

 

  Eduardo Anizelli/Folhapress  
Polícia isola local onde três pessoas foram baleadas na rua Jiparaná, na zona leste de SP
Polícia isola local onde três pessoas foram baleadas na rua Jiparaná, na zona leste de SP

Na mesma região, uma pessoa foi encontrada morta a tiros na rua João da Silva Aguiar, no bairro Lajeado, por volta das 19h. O caso foi registrado no 68º Distrito Policial, no Lajeado.

Um homem foi encontrado morto em uma praça na rua Domingos de Rogatis, Jardim da Saúde, zona sul de São Paulo, por volta das 22h. O caso foi registrado no 26º Distrito Policial, no Sacomã.

Outro homem foi baleado na rua Israel Ferreira Ferro, no jardim Carombé, zona norte de São Paulo, por volta da 1h30. Ele foi levado ao pronto-socorro Taipas.

Na zona oeste, um homem foi encontrado morto a tiros por volta das 21h na avenida Engenheiro Antônio Eiras Garcia, no Jardim Esmeralda. O caso foi registrado no 89º Distrito Policial, no Portal do Morumbi.

Em Carapicuíba (Grande São Paulo), um casal foi morto a tiros na Estrada do Embirussu, por volta das 23h.

Segundo a polícia, a mulher foi encontrada morta dentro de um carro e o homem foi levado ao pronto-socorro Dirce, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Carapicuíba. (folha)


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!