SP: secretário diz que insegurança policial se combate com prisões

19/10/2012 19:10
 
O secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto, afirmou nesta sexta-feira que qualquer insegurança dos policiais militares causada pelos recentes ataques que a corporação vem sofrendo será dissipada com mais prisões. De acordo com informações do Terra colhidas junto a policiais na Baixada Santista, parte da tropa estaria insegura e desmotivada. 
 Após uma cerimônia de formação de 849 sargentos da Polícia Militar, na manhã de hoje na capital paulista, o secretário afirmou que a sensação de medo se combate "trabalhando com bastante dedicação, prendendo os autores desses covardes crimes e incentivando bastante o policiamento no combate ao tráfico de entorpecentes, que é a causa de todos esses ataques".
Desde o início do ano, de acordo com Ferreira Pinto, 82 PMs foram mortos no Estado. No entanto, ele ressalva que parte dos ataques não são premeditados, mas ocasionais, como reações a roubo. Ainda segundo o secretário, a polícia considera 46 casos como suspeita de ataque.
O comandante-geral da PM, coronel Roberval Ferreira França, negou existir medo na tropa. De acordo com ele, os policiais sabem que a profissão é de risco. "Estamos orientando nossos policiais a assumir condutas de segurança tanto no serviço quanto em horário de folga." Segundo França, sempre que se identifica um PM ameaçado "a área de inteligência entra em ação e nós buscamos identificar os agressores de policiais", afirmou.
"É uma ação intimidatória por parte do crime organizado. O Estado não vai retroceder um milímetro", disse o governador Geraldo Alckmin. "Nós já tivemos 149 criminosos identificados nesses ataques, 103 presos, 28 foragidos e 18 mortos no confronto com a polícia. A polícia está trabalhando permanentemente e é polícia nas ruas e criminoso na cadeia." (Com informações do Portal Terra)

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!