SP: mulher de policial da Rota é sequestrada

21/10/2012 10:35

SP: mulher de policial da Rota é sequestrada
Vítima foi encontrada na zona sul da cidade; suspeitos foram presos
Da Redação noticias@band.com.br

A mulher de um policial da Rota foi sequestrada na noite de sábado no bairro Cidade Dutra, na zona sul de São Paulo. A vítima foi abordada pelos bandidos quando chegava em casa de bicicleta.

De acordo com a polícia, alguns homens chegaram em um Siena preto e obrigaram a mulher a entrar no carro. O veículo teria fugido em direção à Avenida Sabará.

Policiais civis e militares entraram na Favela Alba e da Paz para realizar uma Operação em busca dos criminosos e da vítima.

No entanto, a esposa do policial foi encontrada no banco de trás de um carro, por volta das 3h, na Avenida Benedito Vieira da Silva, também na zona sul, depois que policiais interceptaram um carro com três suspeitos.

Eles foram encaminhados à delegacia. Já a vítima, sem ferimentos, preferiu ser levada para casa.

O caso foi encaminhado para o 98º Distrito Policial.

 

 

SP: Mulher de policial é sequestrada e deixada em porta-malas em SP

Ela foi abordada quando chegava em casa, na Zona Sul de São Paulo.
No porta-malas ela pediu por socorro e foi ouvida por mulher que passava.
Uma mulher de 34 anos que é casada com um policial militar foi sequestrada na noite de sábado (20) em Cidade Dutra, Zona Sul de São Paulo, e ficou cerca de cinco horas em poder de dois homens. Ela foi abandonada depois no porta-malas de um veículo também na Zona Sul e só foi encontrada após uma mulher que passava pelo local ouvir seus gritos de socorro e chamar a polícia.
De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 98º DP, no Jardim Miriam, ela tinha pequenas escoriações quando foi encontrada. A delegada Luciana Campos afirmou que inicialmente não acredita se tratar de um caso de violência contra policiais ou familiares. “Pela forma como a vítima relatou o crime, dizendo que os próprios bandidos haviam se enganado, não parece inicialmente se tratar de uma situação de represália”, disse. Neste ano, pelo menos 84 policiais foram assassinados em todo o Estado.
O caso será investigado pelo 43º DP, de Cidade Ademar, onde a ocorrência só não foi registrada em razão de o espaço ficar fechado nos fins de semana. O veículo foi encaminhado para a perícia. A Polícia Militar não se manifestou sobre o episódio.
Abordagem
A vítima de 34 anos relatou que foi abordada às 21h45 quando chegava em casa de bicicleta. Um homem que afirmou estar armado obrigou-a a entrar em um carro. A mulher relatou ter notado que o sequestrador estava drogado e que falava coisas sem sentido. Inicialmente afirmou que pediria R$ 2 mil pelo resgate, mas depois disse que se enganou e que esperava outra mulher, cujo resgate valeria R$ 70 mil.
Segundo a mulher, o sequestrador tentou estuprá-la, mas desistiu ao notar que ela estava menstruada. Foi quando decidiu colocá-la no porta-malas, por volta das 2h50. Ele disse que iria voltar, mas a mulher gritou e conseguiu chamar a atenção de quem estava na rua. (G1).

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!